quarta-feira, 24 de março de 2010



Na Era das Imagens Fluidas - fotografia e arte contemporânea –
Prof. André Rouillé (Université Paris 8)
Curso na Faculdade de Comunicação/ Universidade de Brasília
De 5 a 9 de abril de 2010 – de 14h30 às 17h30
Tradução simultânea – vagas limitadas
R$ 50,00 – público externo
R$ 30,00 – público interno
Inscrições : Interfoco – 3107 5919/3107 5918


Na Era das Imagens Fluidas
A fotografia foi comumente vista como arte menor frente à liberdade da pintura, em um primeiro momento, ou frente ao dinamismo cinematográfico, em abordagens mais recentes. Teóricos que se dedicaram à fotografia insistiram em privilegiar o seu elo com um referente ou o fato de ela fixar a fração de um segundo. Tal perspectiva limitou o olhar crítico sobre a fotografia e ainda informa muitos trabalhos acadêmicos. Artistas e fotógrafos, no entanto, foram ágeis em compreender a potencialidade da linguagem fotográfica assimilando a fotografia em boa porte da produção artística contemporânea. Tal assimilação deu-se como um reflexo de transformações ocorridas na passagem da sociedade industrial, quando a fotografia foi inventada, para a sociedade da informação, onde a fotografia digital se expande. O curso tratará dessas mudanças considerando a obra de fotógrafos e artistas e tendo em vista a imagem enquanto reflexo de contextos mais amplos como a ciência, as práticas sociais, a arte.

André Rouillé é professor na Universidade Paris 8, autor de sete obras sobre fotografia e sobre arte contemporânea. Recentemente, uma delas foi traduzida no Brasil : A fotografia : entre documento e arte contemporânea. (São Paulo, Ed. Senac,
2009). É diretor do site paris-art.com (http://www.paris-art.com), primeiro site em
francês sobre arte contemporânea, fotografia, video, design, dança. Participou de diversos colóquios em Paris, Bordeaux, Lyon, Aix-en-Provence, Bayonne, Liège, New York, Amsterdan, Lisboa, Vevey, Milão, Salzbourg, Mannheim, Derby, Atenas, Florença, Barcelona, Caracas, Santiago-do-Chile, São Paulo, Helsinki, Sofia, Jerusalém, Praga, Bratislava, Genebra, Montreal, Shenzhen (China), Hong Kong,
Seoul, Rio de Janeiro, Kiev, Lima, Moscou, etc. Foi redator-chefe da revista La Recherche Photographique (1982-1992) e curador de diversas exposições: «Le Corps et son image. Photographies du XIXe siècle» (1986), «La Photo de famille» (1990),
1995 : «Esthétiques de l’ordinaire» (1995), «Aux limites de la photographie» (1996), «Inventer un peuple. Art contemporain dans les Balkans» - exposição itinerante de artistas da Bulgária, Grécia, Turquia e Romênia (1998-1999), « Devenirs. Art contemporain dans l’Europe du sud-est » - exposição itinerante de artistas da Albânia, Bósnia, Croácia, Kosovo, Macedônia, Montenegro, Sérvia, Eslovênia (2001-2002).

Nenhum comentário:

Postar um comentário