terça-feira, 7 de setembro de 2010

João Roberto Ripper e Sérgio Carvalho


As péssimas condições de trabalho, análogas às de escravo, a solidão das crianças que ficam sem os pais que vão para longe em busca de emprego, e o momento do resgate desses trabalhadores. Esse ciclo da escravidão contemporânea no Brasil é mostrado no livro Retrato Escravo, que será lançado dia 9 de setembro, às 19h30, no prédio do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. Com fotos de João Roberto Ripper e Sérgio Carvalho, o lançamento será acompanhado da abertura da exposição fotográfica dos dois profissionais sobre o tema. A mostra poderá ser visitada até o dia 15 de outubro no TST, e depois vai percorrer outros prédios da capital, como o Ministério do Trabalho, seguindo então para outras cidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário