terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A minha JANELA mais bonita

Janela do capitulo
A célebre janela do capítulo ficou assim conhecida por iluminar uma sala que foi construída para servir de sacristia mas que acabou por ser palco das cortes gerais convocadas por Filipe I de Portugal. A janela é um dos exemplares mais significativos da arte manuelina, pois os elementos que a compõem fazem alusão aos Descobrimentos portugueses, estando bem presentes os elementos marítimos e vegetais.


Inscrito em 1983 na lista do Património Mundial da UNESCO, o conjunto monástico formado pelo Convento da Ordem de Cristo e o Castelo Templário, em Tomar, formam um conjunto monumental único no seu género.


Dom Gualdim Pais, Mestre provincial da Ordem do Templo em Portugal, fundou o Castelo em 1160. No espaço limitado pelas suas muralhas viveram os primeiros habitantes de Tomar.
A Oriente foi construída a Alcáçova com a torre de menagem, que constitui o centro da fortaleza. A Ocidente foi erigida a Igreja octogonal Templária, onde os Templários puderam encontrar a continuidade da sua sagrada missão de Cavalaria.
Em Portugal, a Ordem do Templo foi extinta em 1312, mas os seus bens foram transmitidos à Ordem de Cristo, criada em 1319, sob os auspícios de D. Dinis. Com a Ordem de Cristo, a nação portuguesa desperta para a empresa das descobertas marítimas do séc. XV, pois o Infante D. Henrique é o Mestre da Ordem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário