quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Jurema Machado é uma mulher feliz e competente, a escolha da ministra da Cultura foi 10



Ministra nomeia nova presidenta do Iphan

Jurema de Sousa Machado substitui o arquiteto Luiz Fernando de Almeida
A ministra da Cultura, Marta Suplicy, convidou para a presidência do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) a arquiteta mineira Jurema de Sousa Machado. Sua nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, dia 26 de setembro, em substituição ao arquiteto Luiz Fernando de Almeida, que presidiu o Iphan desde fevereiro de 2006 e deixa o cargo a pedido.
Hoje, em visita à Bienal, em São Paulo, Marta comentou que o ex-presidente “fez um excelente trabalho e deixa importantes projetos para continuidade”. Sobre a nova presidenta, a ministra disse que “ela tem muita capacidade de trabalho e terá, dentre os projetos em destaque, de tocar adiante o PAC das Cidades Históricas”.
Jurema Machado deixa a Coordenação de Cultura da Unesco no Brasil, onde atua desde janeiro de 2002, para assumir a nova função no Iphan, instituto com o qual já mantém estreita relação sendo parte do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural desde 2008.
Perfil
Jurema de Sousa Machado nasceu em Divinópolis, Minas Gerais. É arquiteta urbanista pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), formada em 1980. Iniciou sua vida profissional em Belo Horizonte na PLAMBEL – Planejamento da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Foi diretora de Planejamento e Patrimônio de Ouro Preto (MG), entre 1993 e 1994, quando coordenou a elaboração do Plano Diretor da cidade. Ainda em Minas, Jurema Machado foi presidente do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA). Entre os anos de 1999 e 2001 atuou na concepção do Programa Monumenta, e era coordenadora de Cultura da Unesco no Brasil desde 2002.
(Texto: Ascom/MinC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário